Estilos de aprendizagem

post_21
O que é a igualdade de direitos na educação? Para muitos é dar as mesmas condições de estudo à diferentes crianças. Para nós, a igualdade de direitos na educação implica em dar diferentes condições de estudo para que crianças alcancem um mesmo resultado.

Cada aluno possui uma formas de aprendizado e precisa de diferentes estimulações para conceituar adequadamente e manter as informações que lhe são dadas. Se pretendemos dar condições equivalentes de estudos às crianças, é imperativo que se saiba como cada indivíduo aprende, para que, sempre que possível possamos orientá-lo e aproximá-lo de sua melhor forma de aprendizado.

Citamos aqui três estilos de aprendizagem: visual, auditivo, sinestésico.
Alunos com aprendizado visual tendem a se sentar na frente da classe, e muitas vezes fecham os olhos para se lembrar ou visualizar algo. Eles se beneficiam de ilustrações, cor e gosto de ver o que eles estão aprendendo. Alunos com preferência auditiva tendem a se sentar onde eles podem ouvir, e tendem ler ou falar em voz alta para recordar-se de aulas ou informações. Eles preferem falar do que escrever e saborear a oportunidade de discutir o que aprenderam. Alunos com preferência sinestésica aprendem melhor tocando e fazendo. Eles precisam ser ativos, fazer pausas frequentes, e são muitas vezes vistos utilizando as mãos e gesticulando enquanto falam.

Screen Shot 2014-07-21 at 4.29.22 PM
E porque isso é importante? Se é pedido a um aluno visual que se lembre de algo dito, será bastante difícil a atividade, de ele não tiver tomado nota da mesma. Se um aluno sinestésico assiste a um filme de como fazer alguma coisa, é possível que ele não seja capaz de realizar a atividade a não ser que seja dada a ele a oportunidade de experimentar. Um não é mais ou menos inteligente do que o outro, são apenas diferentes e possuem diferentes estilos de aprendizado.

Na prática é muito difícil esperar que o professor atenda as demandas de aprendizado de todas as crianças em sala de aula, mas se pudermos nos atentar e auxiliar nossas crianças a estarem cientes de suas melhores formas de aprendizado, é possível que elas mesmas consigam, dentro de sala de aula, encontrar formas de aproximarem de sua melhor maneira de aprendizado.

Dicas úteis

Visual
• Transforme notas em imagens, gráficos ou mapas
• Evite distrações visuais (janelas, portas, animais, celulares, televisão)
• Utilize cores para marcar novos conceitos em suas notas
• Use cartões de memória para estudar vocabulários novos ou conceitos específicos

Auditivos
• Registre palestras para depois ouvi-las
• Repita o material em voz alta e em suas próprias palavras
• Discuta, sempre que possível em grupos de estudo
• Leia livros em voz alta

Cinestésica
• Faça pausas estudo regulares
• Sempre que possível realize modelos ou faça na prática o que está sendo estudado.
• Tente tomar aulas com instrutores que incentivam manifestações e trabalho de campo

Referências

Colégio Cuyamaca. (2003). Aprendizagem Visual. Recuperado em 3 de julho de 2008 a partir de: http://www.cuyamaca.edu/eops/DSPS/resourcesvis.asp
Landsberger, J. (n.d.). Guias de estudo e estratégias de aprendizagem: visual / espacial. Recuperado em 3 de julho de 2008 a partir de: http://www.studygs.net/visual.htm
Wong, L. (2006). Habilidades de estudo Essencial (5 ed.). Boston, MA: Houghton Mifflin.